Piadas
cadastre-seou efetue ologin

Procurar piadas

ok


Piadas de Empregados

o emprego

um paraense desempregado, com o nome de juvenal foi tentar mais um emprego em mais uma entrevista.
ao chegar no escritorio, o entrevistador lhe perguntou:
- qual foi seu ultimo salario?
- "salario minimo", dizu juvenal.
- pois se o sr.
for contratado ganhara 10 mil dolares por mes.
- jura?
- que carro o sr.
tem?
- na verdade, so um carrinho pra vender acai na rua.
- pois se o senhor trabalhar conosco ganhara um audi para voce e uma bmw para sua esposa?
- jura?
- o senhor viaja muito para o exterior?
- o mais longe que fui foi para manaus, visitar uns parentes que moram na vila do puraquequara...
- pois se o senhor trabalhar aqui viajara pelo menos 5 vezes por ano, para londres, paris, roma, monaco, etc.
- jura?
- e lhe digo mais...
o emprego e quase seu.
so nao lhe confirmo agora porque tenho que falar com meu gerente.
mas e praticamente garantido.
se ate amanha a meia-noite o senhor nao receber um telegrama nosso cancelando, pode vir trabalhar na segunda-feira.
juvenal saiu do escritorio radiante.
sexta-feira mais feliz nao poderia haver.
chegou em casa e contou as boas novas.
convocou o bairro todo para uma churrascada comemorativa a base de muito carimbo.
sabado, 9 horas da noite a festa fervia.
a banda tocava, o povo dancava, a bebida rolava solta.
dez horas, e a mulher de juvenal aflita, achava tudo um exagero.
a vizinha, interesseira, aprovava.
a banda tocava.
onze horas, juvenal era o rei do bairro.
gastaria horrores para o bairro encher a panca.
tudo por conta do primeiro salario.
e a mulher resignada.
onze horas e cinqüenta e cinco minutos........
vira na esquina buzinando feito louca uma motoca amarela...
era do correio.
a festa parou.
a banda se calou.
a tuba engasgou.
nossa, e agora?
quem pagaria a conta da festa?
coitado do juvenal! era a frase mais ouvida.
jogaram agua na churrasqueira.
o chopp esquentou.
a motoca parou.
- senhor juvenal batista romano barbieri?
- sim, sou eu...
a multidao nao resistiu...
- ooooohhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!
- telegrama pro senhor...
juvenal nao acreditava...
pegou o telegrama, com os olhos cheios dagua, ergueu a cabeca e olhou para todos.
silencio total.
respirou fundo e abriu o telegrama.
uma lagrima rolou, molhando o telegrama..
olhou de novo para o povo e a consternacao era geral.
tirou o telegrama do envelope, abriu e comecou a ler.
o povo em silencio aguardava a noticia e se perguntava.
- e agora? quem pagara pela festa?
juvenal recomecou a ler, levantou os olhos e olhou mais uma vez para o povo que o encarava...
entao, juvenal abriu um largo sorriso, deu um berro triunfal e comecou a gritar...



- mamae morreeeeuuu! mamae morreeeeuuu!!!!!!!



Enviado por





Avalie esta piada:





A- A+

Comentários:

Somente usuários cadastrados podem comentar e enviar piadas.
Cadastre-se agora, é simples e rápido, apenas email idade e senha. Clique aqui.




© PIADAS ONLINE. Todos os direitos reservados. Piadas On-line, para você se divertir!
Melhor visualizado em um computador com acesso a internet. - Fale conosco